Uma unção no ar

1˚ de Abril – O Dia sem Mentira

Viva na verdade e pela verdade porque você é filho de Deus.

Pinóquio. (Foto: Pexels)
Pinóquio. (Foto: Pexels)
“Fora ficam… os que amam e praticam a mentira.”
Apocalipse 22.15
No Brasil, assim como em muitos países do mundo, o dia 1º de abril é considerado o Dia da Mentira. As origens remontam à Europa do século XVII, quando foi instaurado o calendário gregoriano. No calendário anterior, o Ano Novo era comemorado no dia 25 de março, e as festas duravam uma semana, terminando no dia 1º de abril. Com a instauração do novo calendário, o último dia de comemoração do Ano Novo antigo, dia 1º de abril, ficou conhecido como o “dia da mentira”, ou “comemoração mentirosa da passagem do ano”. E assim a tradição chegou aos dias atuais.
Triste é concluir que, em muitos casos, todos os dias do ano são dias de mentira. Mente-se em casa, no trabalho, para o chefe, para a esposa, para os filhos e para os eleitores. A mentira tornou-se, na vida de muitas pessoas, um modus operandi, uma maneira de viver, agir e se relacionar. Ela é vista como um erro menor, uma falta sem grandes consequências.
Mas o verdadeiro cristão sabe da gravidade deste erro. Primeiro, porque o próprio Diabo é chamado de “pai da mentira”, de forma que, quem mente, torna-se seu filho, como lemos no evangelho de João: “Vocês pertencem ao pai de vocês, o Diabo, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira” (João 8.44).
Em segundo lugar, o Apocalipse nos mostra que os mentirosos não herdarão o Reino de Deus: “Fora ficam os cães, os que praticam feitiçaria, os que cometem imoralidades sexuais, os assassinos, os idólatras e todos os que amam e praticam a mentira” (Apocalipse 22.15). Veja quão séria é a prática da mentira, e quão penosas são suas consequências.
Em nossa Igreja não celebramos o Dia da Mentira no 1º de abril, mas o Dia da Verdade, pois Jesus é a verdade e todos os dias são oportunidades para exaltarmos o nome e a obra de nosso Senhor.
Fuja da mentira. Viva na verdade e pela verdade. Você é filho de Deus, o Pai de Jesus, aquele que é “o caminho, a verdade e a vida” (João 14.6).
Que Deus os abençoe neste dia.
Por Rina, pastor, líder e fundador da Bola de Neve Church (SP), escritor dos livros “Unidos pelo casamento”, “Código de honra” e “Maior que a tempestade” (Ed. Mundo Cristão). Casado com a pastora Denise Seixas e pai do Nathan, do Rininha, da Raquel e do Renan.
*O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial